Segunda-feira, 18 de Julho de 2011

Os Actores

Vêm de dentro repelidos

Conforme o seu destino a sua cor varia
pois escolhem a base de acordo com
a luz que o rosto cria

A frente da cortina enfrentam
o vazio
que lhes dava guarida Em sepulcros
abrigam as faces atingidas

No palco deambulam como num
tempo estreito entre duas crateras
a que na sua frente lhes recolhe os soluços
e o nada donde vieram
Gastão Cruz, in "As Leis do Caos"


enviada por antonio01 às 18:15
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Maio de 2011

O Actor

Esplendor e resplendor Aureolado

pelo silêncio ideal o actor o rosto lança
na direcção do escuro
flanqueado
pelas sombras da balança

A solidão refaz de cada lado
o enigma do corpo
que balança
sobre o fundo parado do quadrado
o espectro da esperança
Gastão Cruz, in "As Leis do Caos"


enviada por antonio01 às 18:24
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags