Sexta-feira, 3 de Janeiro de 2014

Aspectos da Virtude sapo

O que tomamos por virtudes muitas vezes não passa de um conjunto de acções diversas e de diversos interesses que o acaso e a nossa indústria sabem ajustar; e nem sempre é por valentia e por castidade que os homens são valentes e as mulheres castas.
A virtude não iria longe se a vaidade não lhe fizesse companhia.
(...) Os vícios entram na composição das virtudes como os venenos na dos remédios. A prudência mistura-os, tempera-os, e serve-se deles eficazmente contra os males da vida.
La Rochefoucauld, in 'Reflexões'

 


enviada por antonio01 às 22:42
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags