Terça-feira, 26 de Novembro de 2013

Confissão sapo

 

Vivo um drama interior.
Já nele pouco a pouco me consumo.
E de tanto te buscar,
Mas sem nunca te encontrar,
Sou como um barco sem leme,
Que perdesse o rumo,
No alto mar.

Da minha vida, assim,
O que vai ser nem sei!
Dias alegres houvesse...
E os dias são para mim
Rosas mortas de um jardim
Que um vendaval desfizesse.

Tenho horas bem amargas.
Eu o confesso,
Eu o digo.
E se tudo passa e esqueço,
Esquecer o teu perfil
É coisa que eu não consigo.

Sofro por ti. O frio do que morre
Amortalha a minha alma em saudade.
Atrás de uma ilusão a minha vida corre,
Como se fora atrás de uma verdade.

A Deus peço, por fim, o meu sossego antigo.
Não me persiga mais o teu busto delgado.
Passo os dias e as noites a sonhar contigo,
Na cruz da tua ausência estou crucificado.

A tua falta sinto. Não o oculto.
Ocultá-lo seria uma mentira.
Vejo por toda a parte a sombra do teu vulto,
Teu nome é para mim um mundo que me inspira.

E em hora derradeira,
Um dia, quando
A Morte vier,
E aos meus olhos chegar,
Eu não terei sequer, à minha beira,
Uns dedos finos de mulher
Que mos possam fechar.
Alfredo Brochado, in "Bosque Sagrado"


enviada por antonio01 às 22:19
link do post | comentar | favorito
|

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner

.subscreva!

Subscreva-se ao Photos e Fatos

Subscreva Via E-Mail:

Delivered by FeedBurner

.publicidade

.Facebook

.

.Magazine Brasil

photos, poemas e fatos

Photos, Poemas & Fatos

↑ Coloque no seu Blog!

. .

.tags

. todas as tags

.blogs

Photografia Poietiko Fatos, Charges e Fotos Abobadário da Media Photos Parthy Brasil! Brasil! Blogs e Blogs Dilmais! Magazine Brasil Oekonomikus Penúltima zona Samburiquinhas Artigos e CIA A Blogosfera suja Não deu no JN Os Melhores Links da Mídia Alternativa Registro de Fatos Movi8 Carros em Fotos .publicidade